Os agentes tentam cumprir 20 mandados de prisão, sendo 18 contra PMs e um contra um policial penal. Também estão sendo cumpridos 50 mandados de busca e apreensão.

Além dos 20 alvos com mandados, as investigações identificaram o envolvimento de policiais que já foram excluídos na corporação.

A operação, batizada de Petrorianos, é comandada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que denunciou à Justiça 31 pessoas pelo crime de organização criminosa.

Ao todo, cerca de 200 agentes da Coordenadoria de Segurança do MPRJ, das corregedorias, e da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) estão nas ruas para capturar os policiais.

Organização criminosa

Rogério Andrade responde a processo por chefiar uma organização criminosa que domina o jogo do bicho, a exploração de máquinas caça-níqueis, bingos e cassinos na Zona Oeste do Rio.

Ele chegou a ser preso em 2022, depois de uma investigação mostrar que essa organização criminosa que ele chefiava usava de violência e ameaças para ampliar as áreas de domínio do jogo do bicho.

Segundo o MP, essa organização pagava propina para policiais civis de delegacias especializadas para que eles permitissem as atividades ilegais.

O bicheiro é o patrono da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel.