O Produto Interno Bruto (PIB) do Amazonas subiu 2,19% no 4º trimestre do ano de 2023, em comparação com os três meses anteriores. No 4º trimestre, o PIB do estado registrou cifras de R$ 41,7 bilhões e um crescimento nominal de 6,02%, em relação ao 4º trimestre de 2022. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti).

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no Amazonas e serve para medir a evolução da economia.

No acumulado do ano, segundo os dados, o produto interno bruto do estado alcançou R$ 160,2 bilhões, com um crescimento nominal de 6,53%.

Indústria

Entre as atividades econômicas com melhores desempenhos, destacam-se as indústrias extrativas, que apresentaram crescimento de 0,28% em comparação ao mesmo período do ano anterior, enquanto a Indústria de Transformação teve um resultado negativo de -7,41%, conforme a Pesquisa Industrial Mensal (PIM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação entre o 4º trimestre de 2023 e o 3º trimestre, as Indústrias Extrativas cresceram 8,28% em volume. O setor da Indústria totalizou um montante de R$ 13,5 bilhões e um crescimento de 7,24% no comparativo com o 4º trimestre de 2022.

Serviços

O setor de serviços também teve um crescimento de 5,83%, em relação ao 4º trimestre de 2023, totalizando R$ 19,5 bilhões.

Para janeiro deste ano, o setor de serviços no Amazonas teve um aumento de 10,9%, em relação a dezembro de 2023. O resultado colocou o estado na primeira posição do ranking nacional.

Agropecuária

Outro setor de destaque, foi os valores da agropecuária que alcançaram R$ 1,6 bilhão no 4º trimestre de 2023. Essa área cresceu nominalmente 0,99% em relação ao 4º trimestre de 2022.