A produção industrial no Amazonas registrou um aumento de 16,7% em janeiro, em relação ao mês de dezembro de 2023, conforme dados da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) Regional. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal divulgada pelo IBGE na quarta-feira (13).

A performance do Estado, vai na contramão do país, que teve queda de 1,6% na mesma comparação.

Em janeiro, o desempenho da indústria amazonense, de 16,7%, frente ao mês anterior, colocou o Amazonas no topo do ranking nacional.

Os outros Estados com variação positiva em janeiro de 2024 foram: o Mato Grosso (4,4%), a Bahia (2,1%), o Paraná (1,9%), Minas Gerais (1,0%), São Paulo (0,8%), Rio de Janeiro (0,8%) e Pernambuco (0,5%).

As demais unidades da federação não tiveram variação ou apresentaram variação negativa, na comparação com dezembro de 2023.

Variação comparando com igual mês do ano passado

O índice da indústria amazonense, de 11,7%, frente ao mesmo mês do ano anterior, colocou o Estado na segunda posição entre as unidades da federação pesquisadas.

Os melhores resultados ficaram com o Rio Grande do Norte (30,6%), Amazonas (11,7%) e Goiás (10,2%). Já os piores desempenhos ficaram com o Maranhão (-6,6%), Rio Grande do Sul (-4,5%) e Pernambuco (1,0%).

Variação acumulada do ano

No acumulado do ano, a indústria geral, no Amazonas, ficou com variação de 11,7%, alcançando assim, a segunda posição no ranking nacional.