Projeções da Federação Mundial de Obesidade sugerem que a obesidade e o sobrepeso podem atingir 3,3 bilhões de adultos até 2035.


Mulher com obesidade — Foto: Andres Ayrton/Pexels

Mulher com obesidade — Foto: Andres Ayrton/Pexels

A Federação Mundial de Obesidade (World Obesity Federation, na sigla em inglês WOF) divulgou nesta sexta-feira (1º) o Atlas Mundial da Obesidade 2024, que reúne dados de 186 nacionalidades.

O documento lista os 20 países com maiores proporções de homens e mulheres que vivem com sobrepeso ou obesidade e leva em conta dados de 2020. O levantamento não traz a posição do Brasil no ranking geral.

O cálculo é feito a partir do índice de massa corporal (IMC) — peso em quilos dividido pela altura ao quadrado. Entre 25 e 29,9 é considerado sobrepeso. Se for superior a 30 é considerado obesidade.

Todos os países analisados pelo relatório são afetados por IMC elevado. As projeções da federação sugerem que a obesidade e o sobrepeso poderão atingir 3,3 bilhões de adultos até 2035.

Top 20 países - homens

  1. Tonga - 80%
  2. Samoa - 79%
  3. Estados Unidos - 79%
  4. Malta - 78%
  5. Kuwait - 77%
  6. Nova Zelândia - 76%
  7. Austrália - 76%
  8. Israel - 76%
  9. Catar - 76%
  10. Canadá - 76%
  11. Arábia Saudita - 75%
  12. Espanha - 75%
  13. Reino Unido - 74%
  14. Jordânia - 74%
  15. República Tcheca - 74%
  16. Grécia - 74%
  17. Bulgária - 73%
  18. Líbano - 73%
  19. Islândia - 73%
  20. Montenegro - 73%

Top 20 países - mulheres

  1. Tonga - 87%
  2. Samoa - 86%
  3. Kuwait - 79%
  4. Jordânia - 78%
  5. Arábia Saudita - 78%
  6. Catar - 77%
  7. Turquia - 76%
  8. Líbia - 75%
  9. Líbano - 75%
  10. Omã - 74%
  11. Emirados Árabes Unidos - 74%
  12. Egito - 74%
  13. Bahamas - 73%
  14. Fiji - 73%
  15. Iraque - 73%
  16. Argélia - 73%
  17. Tunísia - 72%
  18. Bahrein - 72%
  19. Irã - 72%
  20. México - 31%

O relatório também comparou os índices de obesidade e sobrepeso em países de baixa e média renda com países de alta renda entre os anos de 2020-2035:

  • A % de adultos com IMC elevado vivendo em países de baixa e média renda pode chegar a 79% em 2035, contra 21% em países de alta renda.
  • A % de adultos com obesidade vivendo em países de baixa e média renda pode chegar a 74% em 2035, contra 26% em países de alta renda.

Canetas para tratar obesidade e diabetes tipo 2: entenda como agem

Canetas para tratar obesidade e diabetes tipo 2: entenda como agem