Imagem satélite — Foto: Reprodução
1 de 1 Imagem satélite — Foto: Reprodução

Imagem satélite — Foto: Reprodução

A plataforma GeoPortal, lançada pelo governo de Rondônia, disponibiliza informações geoespaciais das condições ambientais, áreas de preservação, monitoramento de desmatamento entre outros dados relevantes à biodiversidade. A comunidade e os pesquisadores podem acessá-la pela internet.

Desenvolvida pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), através da Coordenadoria de Geociências (Cogeo), a ferramenta permite a pesquisa de dados geoespaciais, com base em critérios como:

  • localização geográfica;
  • tipo de dados e data;
  • visualização de mapas que exibem informações geográficas de diferentes maneiras;
  • imagens de satélite;
  • mapas topográficos de hidrologia;

Além disso, o sistema permite o download de dados para uso posterior em um sistema de informações geográficas ou análises personalizadas.

Segundo a Sedam, o código fonte e todos os dados são da casa e a plataforma utiliza imagens de satélites para compilar as informações e deixar acessível para os usuários.

De acordo com os especialistas do GeoPortal, a ferramenta representa um marco significativo no que diz respeito ao acesso e compreensão das questões ambientais no Estado.

A Coordenadoria de Geociências desenvolveu a primeira versão da ferramenta em aproximadamente oito meses.

COP28

Todo o monitoramento realizado através do Geoportal, será demonstrado na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP28), para que os investidores de outros países percebam a possibilidade na eficiência de redução de gases do efeito estufa, através de uma plataforma que fornece acesso às informações geográficas e serviços geográficos associados.