Segundo a delegada Luciana Lima Nasser, titular da 51ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Benjamin Constant, o suspeito relatou ser cunhado da mulher e tio das crianças. Ele confessou participação no crime e também apontou a participação de outras pessoas na ação criminosa.

De acordo com investigações da Polícia Civil, os corpos das vítimas foram encontrados mortos em uma área de mata próximo as aldeias Tikuna de Porto Cordeirinho e Filadélfia.

Mãe e filho indígenas são encontrados mortos em área de mata no interior do Amazonas. — Foto: Divulgação

Mãe e filho indígenas são encontrados mortos em área de mata no interior do Amazonas. — Foto: Divulgação

A menina, vítima de estupro, foi encontrada pelos policiais perdida na mata, com várias lesões pelo corpo. Ela foi levada ao hospital da cidade para receber atendimento e fazer exame para saber se havia sofrido algum tipo de abuso.

Na manhã da segunda-feira (29), moradores da região avisaram que tinham encontrado o corpo da mulher coberto por folhas de bananeira, com perfurações, possivelmente provocadas por tiro de espingarda.

O filho foi encontrado em um outro local com o pescoço degolado.

Ainda segundo a Polícia Civil, as investigações seguem de forma célere para identificar todos os envolvidos.